Análise – Pacer

153 visualizações
0

Desta vez, trazemos para análise um jogo completamente diferente daquilo que estamos habituados. Trata-se de PACER, um jogo de corridas e combate antigravidade ao estilo Wipeout e F-Zero.

A primeira vez que joguei um título deste género, foi Wipeout através da clássica Sega Saturn.

Anteriormente intitulado de Formula Fusion, o título desenvolvido pela R8 Games enfrentou alguns adiamentos até chegar ao que conhecemos hoje.

A principal razão por Formula Fusion adotar este novo nome, foi devido essencialmente à sua equipa desejar recomeçar do zero. Apenas alguns elementos permaneceram intactos da versão de 2017, tais como as naves anti gravitacionais, pistas e faixas musicais, o restante conteúdo foi todo criado de raiz pela companhia.

PACER conta com três modos de jogo nesta fase. Corrida rápida, Campanha e Online War. O primeiro modo coloca-nos em corridas contra veículos controlados pelo computador, ou em frenéticos confrontos contra os nossos amigos no sofá de casa através do ecrã divido, algo cada vez mais raro de se ver nos jogos.

O modo campanha, embora apresente uma vertente muito Arcade, consegue enriquecer a experiência do jogador. Atualmente apenas dispomos de pistas em redor da América do Norte, dispostas em várias categorias e classes de velocidade.  Ao escolher uma classe o jogador é convidado a escolher uma equipa. Aqui a temática já não se estende unicamente à América do Norte, mas sim a todos os cantos do planeta. Ao nosso dispor existem equipas situadas em continentes variados. Cada uma destas dispõe de veículos próprios com diversas características, desde velocidade, energia, armamento, defesa ou manuseamento.

A jogabilidade exige uma grande resposta de reflexos da nossa parte e nem sempre é fácil fazer aquela curva a alta velocidade e sem embater nos rails, ou em algum oponente. Para tornar as coisas mais intenso, cada veículo está (ou pode estar) equipado com armas, o que acaba por criar o caos durante as corridas. Já não bastava sermos pressionados pela alta velocidade e extremidades do circuito, como ainda temos de nos preocupar com eventuais ataques por parte dos oponentes. Obviamente que isto dá todo um outro dinamismo à simples corrida, elevando facilmente os níveis de adrenalina e frenesim dentro das pistas.

Por falar em armamento, este é altamente personalizável. Sejam as diferentes armas em si, os modificadores específicos para cada uma, bem como o seu posicionamento no veículo. É ainda possível criar loadouts feitos à nossa medida, quer queiramos algo mais ofensivo ou defensivo. Infelizmente, relativamente a algumas das armas, senti que não tinham peso em ação, pois por mais que disparasse ou atingisse os adversários, o dano que criavam nunca parecia ser letal na maioria das vezes. Para além do armamento, também podemos alterar o desempenho e visual dos veiculos, oferecendo assim a possibilidade de criarmos algo totalmente a nosso gosto.

São catorze as pistas presentes no jogo, as quais podem ser jogados em diferentes fases do dia (dia ou noite), bem como no sentido inverso, oferecendo assim o mesmo circuito num determinado número de opções.

Por último o Modo Online War, coloca-nos em guerra contra outros pilotos em redor do globo terrestre. Nesta fase não foi possível analisar a sua funcionalidade, apenas podemos adiantar que terá todas as pistas e os veículos estarão desbloqueadas à partida e poderão participar nas corridas num máximo até 10 jogadores e a possibilidade de criar salas privadas para jogar com os amigos.

Graficamente PACER surpreende pela positiva, os problemas anteriores de otimização foram corrigidos, passando agora o jogo a funcionar com uma qualidade gráfica extrema, e com um elevadíssimo número de fotogramas.

A trilha sonora é constituída essencialmente pelo género eletrónica, o qual encaixa de forma perfeita no estilo e espírito de jogo. O jogo oferece cerca de 80 músicas, mas caso prefiram ouvir apenas algumas das vossas favoritas, existe uma opção que vos permite criar uma playlist com as vossas músicas prediletas. Muito sinceramente, uma opção sempre bem-vinda em qualquer jogo.

Data de Lançamento: 29 de outubro de 2020
Produtora: R8 Games
Editora: R8 Games
Género: Corridas
Plataformas: Microsoft Windows, Playstation 4, Xbox One

O código (Steam) para análise foi cedido gentilmente por Jesus Fabre Video Games Communications and Publishing.

9.0

Author's rating

Nota final

Gostamos
  • Grande variedade de personalização
  • Boa sensação de velocidade
  • Banda-Sonora
Não gostamos
  • Poucas pistas
  • Os objetivos da campanha não são claros
Sobre o autor

Fernando Costa

É o fundador da InforGames. Começou a ter interesse pelos videojogos através do Spectrum +2 128k. Gosta de jogos de Estratégia, Corridas e Luta. Apesar de já ter jogado em várias consolas, o PC continua a ser a sua plataforma de eleição!

O teu endereço de email não será revelado. Campos obrigatórios estão marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.