Análise – Super Magbot

26 visualizações
0

Super Magbot é um jogo de plataformas que tem como objetivo usar ímanes para abrir caminho e chegar à vitória. Aqui, não há saltos, apenas atração ou repulsão magnética.

Em Super Magbot, os jogadores assumem o papel do robô Magbot, que foi enviado para salvar a galáxia de uma força maléfica conhecida como Magsteroide que deseja ter Potência Ilimitada.  No universo de Super Magbot, as forças do magnetismo fundiram-se e formaram uma estrela bastante poderosa conhecida como Magnetia. Magnetia iluminou a escuridão do universo e projetou poderosos asteroides magnéticos para os vários planetas em redor. No entanto, o poder de Magnetia foi detetado por Magsteroide, um asteroide gigante e maléfico, que quer reivindicar o poder da estrela para si mesmo.

Os habitantes de Magtek enviaram o seu herói, Magbot, para pôr fim aos seus planos. Para fazer isso, Magbot deve reunir os “fragmentos do planeta” magnéticos e usar o seu poder para derrotar Magsteroide. Magbot deixa Magtek na sua nave espacial e pousa em Magterra, o primeiro dos planetas que ele deve visitar para reunir os fragmentos do planeta.

Os jogadores irão mover-se para a esquerda ou direita e usarão os botões esquerdo ou direito do rato para atrair ou repelirem-se dos blocos magnéticos. Usar a força magnética oposta à cor atrairá para o bloco, enquanto o uso da mesma cor da força magnética o repelirá. Ao início poderá ser complicado, mas com o tempo vais perceber como funciona.

Aliás, para te habituares facilmente à mecânica, os primeiros níveis do jogo são bastante acessíveis. No entanto, conforme avanças nos níveis, armadilhas e mais armadilhas vão surgindo, desde lâminas giratórias, a pontas aguçadas e ácido. Se achas que já está a ficar complicado, calma, depois haverá lasers e projéteis que serão disparados contra ti. Em níveis posteriores, como os do mundo do gelo de Magzero, irás deslizar em pisos escorregadios. Cada mundo tem o seu próprio conjunto de perigos que Magbot deve superar. Também existem bosses que vão tornar o jogo ainda mais desafiador.

A mecânica central do Super Magbot é não permitir que os jogadores saltem, mas sim seguir o seu caminho através dos níveis usando apenas o magnetismo. O jogo começa fácil como mencionei em acima, mas rapidamente os níveis tornam-se terrivelmente difíceis, onde um movimento errado significa morte e ser forçado a recomeçar.

Torna-se incrivelmente frustrante morrer e reaparecer repetidamente nos níveis por causa de pequenos erros. Terás que ser extremamente preciso com os teus poderes magnéticos ao te lançares para as plataformas. Apontar o feixe magnético pode ser difícil porque precisas de te mover rápido em algumas circunstâncias, e é bastante desafiador acertar o tempo. Ter sucesso proporciona uma notável sensação de satisfação por causa da dificuldade de alguns níveis.

Para aqueles jogadores que não têm paciência ou não são fãs da jogabilidade desafiadora, podem aceder ao menu do jogo e ativar as opções de assistência. As opções de assistência incluem permitir que paires indefinidamente no ar e atrai / repele infinitos em vez de ser limitado a 2 para cada cor magnética. Há também “checkpoints” que podem ser ativados.

Graficamente, Super Magbot é fantástico. A Astral Pixel criou níveis e cinemáticas absolutamente lindos com gráficos 16-bits. Cada mundo também tem o seu próprio tema e são extremamente atraentes visualmente. A banda sonora de Super Magbot também é incrível, com uma abundância de batidas que são bastante cativantes. Ouvir a banda sonora do jogo por si só já vale a pena, pois tem uma vibração geral tranquila. Isso ajuda a descontrair um pouco naqueles momentos mais complicados do jogo.

No geral, Super Magbot é um ótimo jogo de plataformas com literalmente centenas de níveis. O jogo é implacável na forma como pune pequenos erros de jogabilidade, por isso se não és fã deste género de jogabilidade, podes habilitar as assistências e jogar sem os fatores stressantes adicionais. Recomendamos Super Magbot, mas apenas se fores fã de plataformas e jogos desafiantes.

O código Steam para esta análise, foi oferecido gentilmente pela Team17.

8.0

Author's rating

Nota final

Gostamos
  • Jogabilidade divertida
  • Gráficos 16-bits espetaculares
  • Mecânica de jogo simples
  • Banda sonora incrivel
  • Podes habilitar assistências para facilitar nos níveis
Não gostamos
  • Jogabilidade repetitiva que se pode tornar aborrecida
  • Não é adquado para jogadores impacientes
Sobre o autor

Fernando Costa

É o fundador da InforGames. Começou a ter interesse pelos videojogos através do Spectrum +2 128k. Gosta de jogos de Estratégia, Corridas e Luta. Apesar de já ter jogado em várias consolas, o PC continua a ser a sua plataforma de eleição!

O teu endereço de email não será revelado. Campos obrigatórios estão marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.