Como o apoio a redes virtuais beneficia 75% dos pais

Como o apoio a redes virtuais beneficia 75% dos pais

18 Visualizações
0

Está a ocorrer uma mudança inconfundível nos Estados Unidos; uma alteração profunda no panorama da parentalidade. Cada vez mais pais procuram conselhos e encontram conforto não em centros comunitários locais ou encontros de grupos de café, mas no vasto mundo das comunidades online. Comunidades virtuais de pais, fóruns e grupos de apoio têm crescido exponencialmente, tornando-se redes de apoio omnipresentes para os pais modernos.

Segundo a Pew Research, quase 75% dos pais que estão nas redes sociais recebem apoio dos seus amigos online. Além disso, descobriram que 79% dos pais que estão nas redes sociais afirmam que obtêm informações úteis especificamente sobre dicas de parentalidade através da sua rede online.

Este artigo explora o crescimento destes espaços digitais, discutindo como oferecem um novo âmbito para pais à procura de conselhos, comunidade e apoio.

Uma Nova Fronteira – O Crescimento das Comunidades Online de Pais

O mundo tornou-se progressivamente digital e a parentalidade não é exceção. Estudos indicam que mais pais estão a recorrer à Internet para encontrar recursos e apoio. Esta mudança tem sido dramática e profunda, evoluindo de uns poucos fóruns dispersos para comunidades online organizadas, alcançando e unindo pais de diferentes origens de todos os cantos do país.

As Vantagens – Oferecendo Apoio, Conselhos e Sentimento de Comunidade

Comunidade ao Alcance dos Seus Dedos

As comunidades virtuais de pais oferecem a oportunidade de se conectar com outras pessoas que estão na mesma situação, onde e quando necessário. Esta facilidade de acesso a uma rede de apoio é o que atrai os pais para estes espaços digitais.

Por isso, segundo a Pew Research, cerca de 31% dos pais que usam as redes sociais colocaram questões de parentalidade às suas redes online.

Um Amplo Espectro de Perspetivas

As comunidades online de pais unem pais de diferentes percursos de vida, expandindo o leque de experiências e perspetivas muito além do bairro ou cidade local. Esta diversidade enriquece as discussões, expondo os pais a uma maior variedade de filosofias, estratégias e conselhos de parentalidade.

Talvez seja por isso que, segundo o One Hour Professor, um terço dos bloggers são mães.

Além disso, 75% das mães da geração Millennial procuram conselhos de parentalidade online, o que torna os grupos de apoio à parentalidade muito populares.

Anonimato e Privacidade

Os fóruns permitem que os pais discutam temas sensíveis ou façam perguntas que poderiam hesitar em abordar pessoalmente. O anonimato aumenta o conforto, possibilitando discussões mais honestas e abertas.

Partilha de Recursos

Os fóruns de pais servem como plataformas para partilhar recursos úteis. Isso pode variar desde links de sites e artigos até séries de webinars e livros informativos sobre parentalidade.

Embora estes fóruns possam ser uma excelente fonte de comunidade e informação, não devem substituir o aconselhamento e a ajuda profissional. As comunidades online baseiam-se predominantemente em experiências e opiniões pessoais, o que requer um julgamento criterioso por parte dos pais.

Despedida: Navegando num Mundo de Parentalidade Conectado

O crescimento das comunidades online de pais marca uma mudança significativa na busca por apoio parental. São espaços acolhedores de aprendizagem, partilha de experiências, expressão de preocupações e busca de tranquilidade. À medida que avançamos ainda mais na era digital, estas comunidades continuarão, sem dúvida, a ser inestimáveis para os pais em todo o país.

Ao deixar-te a refletir sobre o papel destes espaços comunitários virtuais na parentalidade, ponderemos um provérbio africano: “É preciso uma aldeia para educar uma criança”. No século XXI, talvez, esta aldeia esteja a tornar-se digital.

Fonte: Zenshield

Sobre o autor

Fernando Costa

O Fernando é o diretor do InforGames. O seu primeiro computador foi o ZX Spectrum, e foi aqui que começou a interessar-se pelo mundo dos videojogos. Apesar de já ter jogado em várias plataformas, o PC continua a ser a sua plataforma de eleição. No que diz respeito a jogos, gosta de estratégia, corridas e luta.

O teu email não será publicado. Os campos de preenchimento obrigatório estão assinalados*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.