Grupo Hilti mede circularidade com SAP Business Technology Platform

Grupo Hilti mede circularidade com SAP Business Technology Platform

37 Visualizações
0

A SAP SE anunciou que o Grupo Hilti, fornecedor líder mundial de inovação em hardware, software e serviços para o sector da construção, encontra-se a utilizar a solução Circelligence, para aumentar a circularidade dos seus recursos.

Desenvolvida pelo Boston Consulting Group (BCG), um parceiro estratégico mundial da SAP, a ferramenta Circelligence, baseada na SAP Business Technology Platform (SAP BTP), utiliza a metodologia “Circelligence” do BCG, para ajudar a Hilti a maximizar o valor das suas matérias-primas e recursos.

Apesar de edificar lugares onde as pessoas vivem, trabalham e desfrutam de lazer, o sector da construção tem uma grande pegada ambiental, porque utiliza 50% das matérias-primas extraídas no mundo. Priorizando a economia circular e a sustentabilidade, a Hilti encontra-se a integrar a circularidade nas suas operações, num movimento que estabelece a referência para práticas sustentáveis no sector da construção. Com a Circelligence, a Hilti pode calcular os dados decorrentes da circularidade qualitativa e quantitativa. Com a utilização da SAP BTP, a Hilti pode automatizar as atualizações da base de dados de materiais Circelligence da BCG e acompanhá-los ao longo da cadeia de valor, desde a entrada até à conceção do produto, produção, modelo de negócio, utilização e fim de vida útil, com uma interface fácil de utilizar e baseada na Web.

“Não existe uma norma reconhecida internacionalmente para medir a circularidade em oposição, por exemplo, à medição das emissões de gases com efeito de estufa. Por isso, criámos uma que respondesse aos nossos propósitos. Em última análise, queríamos ser um exemplo para o sector, não apenas da construção, mas de modo mais amplo, junto de qualquer empresa que tenha enveredado pela jornada da circularidade”, explica Caroline Stern, Head of Circular Economy, Hilti Group. “Trata-se de manter os materiais em uso e também de mitigar os riscos inerentes à cadeia de abastecimento e ser menos dependente de mercados internacionais voláteis para as matérias-primas”.

A transparência criada pela base de dados ajudou a definir as iniciativas de circularidade da Hilti, como a criação de operações de refabrico nos seus 70 centros de reparação em todo o mundo. Aqui, os técnicos da Hilti extraem componentes eletrónicos, motores, rotores e outras peças de equipamentos devolvidos, permitindo a reutilização, em vez da compra de peças novas, sem comprometer a qualidade, graças a testes exaustivos. Além disso, as peças que não podem ser reutilizadas são recicladas de forma responsável por parceiros qualificados, com a Hilti a fornecer toda a informação sobre reutilização e reciclagem aos seus clientes para uma total transparência.

“A Hilti e a SAP têm uma história de 40 anos e hoje estamos a escrever mais um capítulo, pela utilização das nossas soluções na cloud no estabelecimento de um novo padrão de sustentabilidade no sector da construção”, refere Scott Russell, membro do Conselho Executivo da SAP SE e Diretor de Customer Success. “Com a ajuda do nosso parceiro Boston Consulting Group, a Hilti irá agora aproveitar o poder da SAP Business Technology Platform para utilizar mais dados contextuais em todos os seus processos e aproximar-se da sua visão de ajudar a criar uma economia circular”.

Alexander Meyer zum Felde, Global Product Lead Circular Economy, BCG, reforça: “Ao trabalhar com o Grupo Hilti e a SAP, o BCG conseguiu digitalizar a Circelligence e melhorá-la com uma interface de uma aplicação baseada na Web e de fácil utilização. Estas últimas evoluções lançam as bases para simplificar o processo de execução e atualização das avaliações de circularidade e integrar avaliações de cenários interativos, enquanto preparam o terreno para uma futura automatização. É um orgulho ver como o Grupo Hilti foi pioneiro no desenvolvimento e uso desta metodologia e estamos ansiosos para ver como a Circelligence pode ajudar outras organizações a melhorar as suas iniciativas de circularidade, alcançando maior eficiência de recursos, fazendo mais com menos.

Sobre o autor

Fernando Costa

O Fernando é o diretor do InforGames. O seu primeiro computador foi o ZX Spectrum, e foi aqui que começou a interessar-se pelo mundo dos videojogos. Apesar de já ter jogado em várias plataformas, o PC continua a ser a sua plataforma de eleição. No que diz respeito a jogos, gosta de estratégia, corridas e luta.

O teu email não será publicado. Os campos de preenchimento obrigatório estão assinalados*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.