Inteligência Artificial: líderes preferem velocidade e profissionais de TI querem segurança

Inteligência Artificial: líderes preferem velocidade e profissionais de TI querem segurança

27 Visualizações
0

A Salesforce, CRM de Inteligência Artificial (IA), apresentou os resultados de um novo estudo, que ouviu 600 profissionais de Tecnologia da Informação (TI), que aponta para o facto dos líderes empresariais quererem a incorporação da Inteligência Artificial (IA) Generativa o mais rapidamente possível. Por outro lado, os profissionais de TI levantam questões relacionadas com recursos e com a segurança e a qualidade dos dados.

A questão agora está focada no duelo entre a velocidade e a segurança. Quase 3 em cada 5 profissionais de TI afirmam que as lideranças das empresas têm expectativas irracionais sobre a velocidade e agilidade da implementação de novas tecnologias. Na verdade, 88% dos profissionais de TI afirmam que não conseguem suportar o enorme incremento de solicitações relacionadas com a IA.

O mundo encontra-se numa revolução de produtividade e eficiência com a introdução da IA ​​Generativa – as empresas estão a começar a ver ganhos de produtividade e os executivos querem uma fatia do bolo. Embora as empresas procurem manter-se à frente da concorrência através da implementação rápida de IA Generativa, o investimento poderá ter retornos decrescentes sem a infraestrutura, os recursos e os parceiros adequados. Os departamentos de TI devem trabalhar com as suas lideranças para garantirem que a integração rápida da IA ​​Generativa não signifique sacrificar a segurança e a qualidade dos dados.

“Os executivos estão compreensivelmente entusiasmados com a promessa da IA ​​– e os ganhos de produtividade são em grande parte responsáveis. Os CIOs e as equipas de TI podem hesitar e potencialmente perder a oportunidade de aproveitar a tecnologia antes dos seus concorrentes, ou podem liderar o caminho, repensando como as empresas implementam IA de confiança, de uma forma responsável e sustentável.” explica Juan Perez, Vice-Presidente Executivo e Chief Information Officer da Salesforce.

O estudo apresentado revela ainda:

Os departamentos de TI estão sob pressão para a rápida implementação da IA Generativa.

A maioria dos profissionais de TI entrevistados (87%) acredita que a IA generativa atingiu ou excedeu o seu entusiasmo, até ao momento. Como resultado, os departamentos de TI têm a tarefa de implementar a tecnologia — e rapidamente.

À medida que a procura aumenta, os departamentos de TI estão na linha de frente.

  • 9 em cada 10 profissionais de TI afirmam que a IA generativa forçou-os a reavaliar a sua estratégia tecnológica, mudando a mentalidade da sua equipa em relação à forma como a nova tecnologia é integrada e utilizada.
  • 86% dos profissionais de TI afirma que o seu trabalho se tornou mais importante desde a introdução da IA ​​generativa.
  • 68% dos profissionais de TI afirma que a sua liderança espera que sejam especialistas em IA generativa.

Segundo os departamentos de TI: A liderança das empresas prioriza a velocidade em detrimento da segurança e qualidade dos dados

De acordo o estudo hoje apresentado, as equipas de TI identificaram a liderança das empresas como os principais influenciadores que exigem a implementação rápida da IA Generativa. Quando questionados sobre as prioridades da sua equipa em comparação com as da sua liderança, o departamento de TI revela que está focado na segurança e qualidade dos dados, enquanto vê a sua liderança a priorizar a velocidade‌.

A Salesforce destaca ainda as preocupações dos profissionais de TI com os dados, com 95% dos líderes do setor a relatar problemas de integração como impedimento à adoção de IA. Ao conciliarem várias prioridades, quase metade (48%) dos profissionais de TI concorda que tem dificuldade em encontrar um equilíbrio entre velocidade, valor empresarial e segurança, ao implementar novas tecnologias.

Departamentos de TI confrontam-se com desafios da IA, pondo em risco a sua implementação

As preocupações crescentes sobre como orçamentar e gerir recursos de forma eficaz para a implementação de novas tecnologias como a IA é evidente, e há cinco desafios principais desta tecnologia para estas equipas:

  1. Falta de competências de IA nos profissionais
  2. Segurança de dados
  3. Qualidade dos dados
  4. Implementação da IA atrasa outras iniciativas
  5. Aumento do custo de programação/ferramentas

Além disso, quase um terço (31%) dos trabalhadores de TI afirma que não tem tempo para implementar e treinar modelos e algoritmos de IA, e quase metade afirma que a sua infraestrutura não consegue acompanhar a procura:

  • 48% teme que a infraestrutura de segurança da sua organização não consiga acompanhar a procura por inovação;
  • 45% teme que a infraestrutura de gestão de dados da sua organização não consiga acompanhar a procura por inovação

“Para aqueles que estão prontos para liderar, abordagens como a Retrieval Augmented Generation (RAG) podem ajudar, reduzindo os custos no treino de LLMs, mantendo os dados seguros e proporcionando às empresas um tempo de lançamento no mercado mais rápido, no que diz respeito a soluções baseadas em IA.” conclui o executivo da Salesforce.

Sobre o autor

Fernando Costa

O Fernando é o diretor do InforGames. O seu primeiro computador foi o ZX Spectrum, e foi aqui que começou a interessar-se pelo mundo dos videojogos. Apesar de já ter jogado em várias plataformas, o PC continua a ser a sua plataforma de eleição. No que diz respeito a jogos, gosta de estratégia, corridas e luta.

O teu email não será publicado. Os campos de preenchimento obrigatório estão assinalados*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.