Análise – Rise of Humanity

90 visualizações
0

A história começa com a criação de um projeto de Inteligência Artificial: The Hivemind. O objetivo era criar uma força de trabalho controlada por esse sistema de IA. No entanto, algo correu mal e a IA ficou descontrolada. A Humanidade passou a ser perseguida pelos robôs. Encontras um lugar pequeno e agradável num parque temático onde outros sobreviventes vivem. Agora cabe a ti e ao grupo de sobreviventes salvar o mundo.

Em Rise of Humanity, o jogador vai controlar um grupo de sobreviventes que, após 50 anos em fuga, descobrem que os robôs estão a enfraquecer, o que quer dizer que está na altura de contra-atacar!

A jogabilidade de Rise of Humanity é inspirada em jogos como XCOM, e mistura vários conceitos, como estratégia por turnos e jogos de cartas.

Cada herói (e inimigo) é controlado por um set de cartas. Este set permite aos personagens procederem a certas ações durante as diferentes missões que terão de completar, tais como esquivar, atacar, moverem-se e muito mais.

Cada missão decorre em cenários divididos por hexágonos, através dos quais os jogadores poderão movimentar as suas unidades e promover os seus ataques, que são por turnos.

Ao completares cada missão, o personagem que destrói um inimigo recebe uma de três cartas diferentes. Também podes encontrar cofres no campo de batalha que irão recompensar-te com uma de três cartas diferentes para escolheres ou aumentar a tua energia.

Também há um local chamado esconderijo, onde tens alguns edifícios para poderes ajustar o teu baralho, fortalecer os teus soldados e planear a tua próxima missão.

Como o jogo ainda está em acesso antecipado, a maioria dos jogadores gosta de saber o que está a comprar. Então é o seguinte, atualmente o jogo conta com 119 cartas, 4 personagens jogáveis, dois modos de jogo, novas habilidades de personagens, 3 inimigos, 1 mini-boss, e 6 ambientes. Espera-se que a versão final do jogo conte com 270 cartas bem como um total de 8 personagens e vários inimigos).

Referente aos dois modos de jogo, temos o Modo de História, onde irás levar a tua equipa de confiança a destruir uma IA rebelde e o Modo de Desafios Diários, onde combates em 3 missões diferentes com 3 heróis selecionados aleatoriamente, em condições de batalha que mudam todos os dias. Sobe nas classificações diárias e mensais e torna-te campeão.

Resumindo

Para um jogo que está em acesso antecipado até está interessante. Possui um enorme potencial de desenvolvimento e, no seu estado atual, é normal que surjam alguns bugs. Em geral, é um jogo de estratégia baseado por turnos muito sólido e os fãs do género de certeza que vão gostar. Se desejas ter uma ideia do jogo, podes testar a versão demo.

O Código Steam para esta análise foi cedido gentilmente pela Cybernetic Walrus.

hotel Produtora: Cybernetic Walrus control Género: Estratégia
settings Editora: Cybernetic Walrus players Jogadores: 1
cross platform Plataformas: PC calendar Data de lançamento: 21 de outubro de 2021 (Early Access)
8.5

Excelente

Nota final

Gostamos
  • O sistema de batalha. A estratégia baseada por turnos, com o estilo do XCOM emparelhado com a mecânica de construção de decks, mistura-se muito bem,
  • Cada personagem tem uma classe diferente, cada uma com o seu próprio conjunto de cartas (para desbloquear) e habilidades.
  • A história. Está bem escrita e é interessante o suficiente para te envolver e quereres aprender mais sobre eventos passados, a história das personagens, e o que acontece a seguir.
  • Diversidade de missões. Às vezes precisas resgatar alguém, outras vezes temos de defender ou reparar algo.
Não gostamos
  • Pouco conteúdo. Por enquanto há pouco conteúdo, mas como está em acesso antecipado esperamos que até à verão final surja algo mais.
  • Algumas quebras de frame rate e bugs. Enfrentamos quebras de frame rate em determinadas zonas do jogo, também nos surgiu um bug que, quando abríamos os cofres não conseguíamos escolher a carta pretendida, só após alguma insistência.
Sobre o autor

Fernando Costa

É o fundador da InforGames. Começou a ter interesse pelos videojogos através do Spectrum +2 128k. Gosta de jogos de Estratégia, Corridas e Luta. Apesar de já ter jogado em várias consolas, o PC continua a ser a sua plataforma de eleição!

O teu endereço de email não será revelado. Campos obrigatórios estão marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.