KEO, o jogo de combate de veículos terá três testes beta, com a primeira a começar dia 24 de julho

24 visualizações
0

A Digital Matters e o estúdio Redcatpig revelaram que seu novo jogo de combate de veículos, KEO, prepara-se para o primeiro de três fins de semana de testes beta no Steam. Cada fim de semana contará com seu próprio modo de jogo para os jogadores conduzirem, lutarem e sobreviverem com uma série de veículos e armas personalizáveis ​​devastadoras.

Os jogadores que se inscreverem para a beta, não só terão acesso à skin exclusiva Seeker, como aqueles que compartilharem o conteúdo da beta usando a hashtag #KEOCraze também terão a chance de ganhar uma concept-art  assinada pelos membros da equipa.

Principais características do KEO:

  • Combate frenético entre veículos: Acelera a fundo, destrói os teus adversários e garante a vitória, sejas um jogador casual ou competitivo;
  • Três modos de jogo devastadores: Deathmatch, Domination, e Racing estão à espera daqueles que tenham coragem suficiente para entrar na arena;
  • Expande e faz upgrades: De armas a cosméticos, cada veículo pode ser personalizado e melhorado;
  • Diversos veículos: Existem várias máquinas de guerra de diferentes formatos e tamanhos para utilizares no campo de batalha, com níveis diferentes de velocidade, armadura, habilidades e muito mais.

O KEO dará as boas-vindas aos jogadores quando for lançado no Steam Early Access ainda este ano, mas para já podes inscrever-te para a beta através deste link. O jogo completo será lançado em setembro de 2021, e um novo trailer mostra o que os jogadores podem esperar de KEO.

O primeiro fim de semana de testes, começa já este sábado, dia 24 de julho, com os outros dois a decorrerem a 31 de julho e a 7 de agosto.

Sobre o autor

Sara Fernandes

A Sara também faz parte da fundação da InforGames. Começou a jogar videojogos com o irmão. Gosta de jogos de Puzzles e simulação.

O teu endereço de email não será revelado. Campos obrigatórios estão marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.