Lenovo compromete-se com as Emissões Net-Zero até 2050, validada pela iniciativa Science Based Targets

Lenovo compromete-se com as Emissões Net-Zero até 2050, validada pela iniciativa Science Based Targets

5 visualizações
0

A Lenovo anunciou o seu objetivo de atingir emissões net-zero de gases com efeito de estufa (GHG) até 2050, validado e aprovado pela iniciativa Science Based Targets (SBTi), uma parceria entre o Pacto Global da ONU, o CDP e o World Wide Fund for Nature – sendo assim o primeiro fabricante de PCs e smartphones e uma das únicas 139 empresas do mundo com um objetivo net-zero validado pela SBTi.

Ao trabalhar com a SBTi e alinhando com o seu Padrão Net-Zero (o primeiro do mundo), a Lenovo está a adotar uma abordagem científica, colaborativa e responsável para reduzir as emissões.

“Enquanto líder mundial em tecnologia, a Lenovo tem estado empenhada em reduzir as suas emissões há mais de uma década”, disse Yuanqing Yang, Presidente da Lenovo. “Na luta contra as alterações climáticas, acreditamos que a colaboração e a responsabilização são os dois elementos críticos necessários para o sucesso coletivo. Continuamos dedicados a seguir a ciência climática, padronizando as nossas medições, e procurando uma validação contínua para os nossos objetivos e progresso”. 

[Video sobre os objetivos Net-Zero da Lenovo]

O alinhamento de objetivos com a SBTI ajuda a responsabilizar as empresas pela redução das suas emissões. Sem o alinhamento com a SBTi, é difícil validar ou saber quando é atingido um objetivo net-zero. Isto acontece porque:

1) Normalização: A SBTi é o primeiro organismo a padronizar o significado do conceito net-zero no que diz respeito ao esforço de limitar o aquecimento global a 1.5 graus celsius.

2) Adaptação: O padrão da SBTi é dinâmico e responde ao esforço coletivo das empresas e às mudanças de temperatura do planeta.

3) Responsabilidade: Embora 2050 pareça distante e muitos líderes possam não estar nas mesmas posições em 27 anos, este alinhamento dos objetivos de redução das alterações climáticas com um organismo externo significa responsabilidade, continuidade e consistência.

“A ciência climática diz-nos que precisamos de cortes rápidos e profundos nas emissões se quisermos alcançar o net-zero global e evitar os efeitos mais prejudiciais das alterações climáticas”, disse Luiz Amaral, Diretor Executivo da iniciativa “Science Based Targets”. “As metas net-zero da Lenovo correspondem à urgência da crise climática e constituem um exemplo claro que os seus pares devem seguir”.

Os objetivos a longo prazo da Lenovo para 2050 coincidem com os seus objetivos de redução de emissões a curto prazo, até 2030, validados pelo SBTi, todos eles descritos abaixo:

Objetivo Global Net-Zero

A Lenovo compromete-se a atingir emissões net-zero GHG em toda a cadeia de valor até ao ano fiscal de 2049/2050.

Objetivos a curto prazo

A Lenovo compromete-se a reduzir em 50% as emissões de GHG de scope 1 e scope 2 a partir do ano fiscal 2029/2030 usando o ano fiscal de 2018/2019 como referência. A Lenovo também se compromete a reduzir as emissões de GHG de scope 3 a partir da utilização de produtos vendidos em média 35% para produtos comparáveis dentro do mesmo período de tempo. A Lenovo compromete-se a reduzir as emissões de GHG de scope 3 de produtos e serviços adquiridos 66,5% por milhão de dólares de lucro bruto dentro do mesmo período de tempo. A Lenovo compromete-se ainda a reduzir as emissões de GHG de scope 3 a partir do transporte e distribuição a 25% por tonelada-km de produto transportado dentro do mesmo período de tempo.

Objetivos a longo prazo

A Lenovo compromete-se a reduzir em 90% as emissões de GHG de scopes 1, 2, e 3 até ao AF2049/2050 a partir de um ano base do AF2018/19.

A Lenovo é uma das primeiras empresas a adotar a abordagem de redução de emissões com base científica, após ter recebido, em 2020, a aprovação para os objetivos de redução de emissões a curto prazo para 2030 e ajudar a testar a primeira norma Net-Zero do seu género.

“O sucesso em alcançar o Net-Zero depende de um quadro transparente, baseado na ciência e na colaboração, que manterá as organizações responsáveis a longo prazo. A SBTi criou essa estrutura e irá capacitar as empresas para acelerar a redução de emissões”, comentou Carolina Milanesi, Fundadora de The Heart of Tech, uma consultoria focada no ESG.

As principais estratégias para reduzir as emissões da Lenovo incluem a redução do impacto ambiental dos seus produtos, o aproveitamento da inovação para aumentar a sustentabilidade no seu fabrico, e a diminuição das emissões ao longo das suas operações e cadeia de valor. Estas estratégias foram delineadas na série de vídeos Journey to Net-Zero da empresa, que demonstra como os peritos da Lenovo estão a mudar os processos empresariais para cumprir os objetivos net-zero.

As medições de emissões da Lenovo contribuirão para um conjunto mais amplo de dados colaborativos para compreender e limitar as alterações climáticas, em conformidade com o objetivo do Acordo de Paris de limitar o aquecimento a não mais de 1.5 graus celsius acima dos níveis pré-industriais. Mais de 4.000 empresas em todo o mundo estão a alinhar os seus objetivos de redução de emissões com a metodologia e os processos de validação da SBTi com base científica.

Para além do seu trabalho de redução de emissões, a Lenovo foi reconhecida no Top 25 Global Supply Chain da Gartner, Fortune’s World’s Most Admired Companies, e como líder na categoria Climate Change and Water Security pelo CDP.  Leia mais sobre os esforços da Lenovo para criar um futuro mais inteligente e sustentável para todos no Relatório FY 2021-22 ESG da empresa.

Sobre o autor

Fernando Costa

É o fundador da InforGames. Começou a ter interesse pelos videojogos através do Spectrum +2 128k. Gosta de jogos de Estratégia, Corridas e Luta. Apesar de já ter jogado em várias consolas, o PC continua a ser a sua plataforma de eleição!

O teu endereço de email não será revelado. Campos obrigatórios estão marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.