MMORPG The Wagadu Chronicles será lançado em 2023

11 visualizações
0

A produtora Twin Drums revelou que planeia lançar o seu novo MMORPG The Wagadu Chronicles no próximo ano. Se ainda conheces o jogo, este é um Afro-Fantasy RPF focado num cenário de fantasia único, onde todos investem no seu personagem e agem de acordo com a tradição do seu povo, independentemente do seu ofício ou estatuto. Segundo os produtores, foram extraídas bastantes referências da mitologia, cultura e geologia de África, inspirando-se em todo o continente. O jogo entrou oficialmente na fase alfa fechada, onde serão testadas as mecânicas de jogo antes de abri-lo ao público em geral.

Com raízes na mitologia, povos e geologia do continente africano, com referências de muitas nações africanas, incluindo Nigéria, Gana, África do Sul, Mali, Congo e Quénia, o jogo propõe-se não só a criar um espaço seguro, longe do foco agressivo e de combate de muitos títulos MMORPG, mas também abordar um desequilíbrio que os criadores viram num género sub-saturado que centraliza-se sempre na Ásia e Europa.

A diversidade e o afastamento do etnonacionalismo típico de muitos títulos de MMORPG é a chave para a filosofia por detrás de The Wagadu Chronicles. A cultura de um jogador e, até certo ponto, as suas prioridades de interpretação não estão vinculadas à sua aparência física. Uma mulher “Swala” com chifres, em vez de pertencer a uma cultura Herder estereotipada, pode pertencer a uma cultura lunar adoradora da morte – a única maneira de saber é encenar e perguntar! Os jogadores podem combinar livremente qualquer linhagem com qualquer cultura, criando uma vasta gama de combinações interessantes de RPG. Esse alto grau de personalização também dá liberdade para os personagens não serem estritamente divididos em classes, mas sim criados a partir de uma variedade de habilidades que podem ser aumentadas individualmente.

“Gostaríamos que não houvesse algo de especial em The Wagadu Chronicles, mas infelizmente neste mundo há” comentou Allan Cudicio, fundador da Twin Drums e Designer Principal do jogo. “O mundo de fantasia de Wagadu é influenciado pelas culturas pré-coloniais africanas. É definitivamente um jogo pan-africano, com um forte enfoque na África subsariana e influências significativas das diásporas. O nosso processo de pensamento foi semelhante ao de Tolkien quando criou a Terra Média: mergulhámos profundamente em muitas, muitas culturas em todo o continente Africano e misturámo-lo com elementos de fantasia. Isto permitiu-nos criar um mundo que hoje vemos como verdadeiramente único nos jogos”.

Sobre o autor

Fernando Costa

É o fundador da InforGames. Começou a ter interesse pelos videojogos através do Spectrum +2 128k. Gosta de jogos de Estratégia, Corridas e Luta. Apesar de já ter jogado em várias consolas, o PC continua a ser a sua plataforma de eleição!

O teu endereço de email não será revelado. Campos obrigatórios estão marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.