Número de lojas Shopify triplicou a nível global durante a pandemia

27 visualizações
0

No meio de uma procura crescente, as empresas continuaram a aproveitar a infraestrutura do Shopify para se juntarem ao espaço do comércio electrónico que disparou no meio da pandemia. O crescimento tem sido facilitado pela mudança de comportamento do consumidor que provavelmente se manterá após a pandemia.

De acordo com os dados obtidos pela Genus AI, entre março de 2020 e janeiro de 2022, o número de websites Shopify ativos aumentou em 201,53%. No início da pandemia, a plataforma acolheu 1.287.547 websites que registou um triplo crescimento para 3.882.345. Portanto, o Shopify acrescentou 2.594.798 de novas lojas em menos de dois anos.

Por outro lado, com base na distribuição regional, os Estados Unidos são responsáveis pelo maior número de lojas Shopify em janeiro de 2022, com 2.666.627, um crescimento de 178,53% em relação ao valor de março de 2020, 957.393.

O Reino Unido ocupa o segundo lugar, com 156.466 lojas com um crescimento de 218,81%. Em março de 2020, a Austrália tinha 38.298 lojas Shopify com um crescimento de 165,79% para 101.795 em janeiro de 2022.

O Canadá ocupa a quarta posição com 93.680 lojas, seguido pela França com 59.560. A Alemanha registou a maior taxa de crescimento entre março de 2020 e janeiro de 2022 com uma impressionante taxa de 480,18%, entre os seis primeiros países com o maior número de lojas Shopify.

Como é que o crescimento do comércio electrónico está a alterar o espaço retalhista?

O relatório de investigação destaca como o crescente espaço do comércio electrónico está a alterar o setor retalhista e o impato resultante. De acordo com o relatório de investigação:

“O aparecimento de mais lojas online alterou a forma como os consumidores compram, mas também a gama de fornecedores aos quais os consumidores podem comprar produtos e serviços. Consequentemente, isto tem aumentado a concorrência no espaço”.

Além disso, o relatório recomenda como as empresas podem sobreviver ao aumento da concorrência no espaço.

“Globalmente, as empresas são obrigadas a distinguir-se da concorrência para se destacarem e atraírem novos clientes”.

O crescimento das lojas de comércio electrónico estão certamente a aumentar a concorrência no sector. Para se manterem à tona, as empresas precisam de concentrarem-se em medidas inovadoras para atrair mais utilizadores e retê-los.

Sobre o autor

Sara Fernandes

A Sara também faz parte da fundação da InforGames. Começou a jogar videojogos com o irmão. Gosta de jogos de Puzzles e simulação.

O teu endereço de email não será revelado. Campos obrigatórios estão marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.