Os melhores hackers são do Porto e do Funchal – Especialistas explicam porquê!

Os melhores hackers são do Porto e do Funchal – Especialistas explicam porquê!

64 Visualizações
0

Segundo o ZenShield, cerca de 20% dos entusiastas de tecnologia inquiridos, num total de dezenas de milhares, estão sediados nestas cidades. Com esta afirmação, não te desperta curiosidade como Portugal, mais especificamente o Porto e o Funchal, se tornou um notável berço para hackers de topo?

“Portugal tem duas fortalezas digitais que são refúgios seguros para os melhores hackers do mundo: Porto e Funchal” afirma Steffan Black, especialista da ZenShield. E esta não é uma afirmação sem fundamento.

Um inquérito abrangente realizado pela ZenShield revela que cerca de 20% dos inquiridos, num total de dezenas de milhares, são oriundos destas duas cidades portuguesas. Estes não são hackers comuns; estão entre os mais altos escalões da sua profissão, ostentando competências e conhecimentos de topo. Este artigo apresenta as razões da supremacia do Porto e do Funchal no mundo hacker.

Razões por que o Porto e o Funchal têm os melhores hackers

De acordo com um estudo, estas duas cidades foram consideradas as cidades com os melhores hackers de todo o país.

Desvendando a supremacia do Porto: cinco razões

  1. Excelente infraestrutura de formação

O Porto acolhe universidades e institutos tecnológicos de renome que oferecem formação e preparação de classe mundial para uma carreira em hacking.

  1. Comunidade tecnológica vibrante

A cidade fomenta uma próspera comunidade de entusiastas da tecnologia e especialistas em cibersegurança, promovendo a partilha e troca de conhecimentos.

  1. Cultura de startups em crescimento

A florescente cultura de startups do Porto oferece diversas plataformas para jovens hackers exibirem as suas habilidades e crescerem.

  1. Forte apoio governamental

O apoio do governo ao setor tecnológico e o quadro legislativo criam um ambiente seguro e estimulante para os hackers.

  1. Localização geográfica

A localização estratégica do Porto dá-lhe uma vantagem como ponto de convergência dos melhores hackers da Europa.

Steffan Black comentou sobre a cultura hacker do Porto: “A cidade é um centro efervescente de inovação que cultiva as mentes mais aguçadas do hacking. A combinação de educação, inovação e oportunidades de networking aqui é incomparável.”

Cinco razões pelas quais o Funchal se destaca

  1. Infraestrutura adequada ao propósito

O Funchal investiu fortemente na criação de um ambiente propício para hackers, com instalações e tecnologia de última geração.

  1. Zonas tecnológicas dedicadas

A cidade tem zonas tecnológicas que fortalecem a comunidade hacker.

  1. Iniciativas políticas

Políticas sólidas do governo local atraem e retêm o melhor talento hacker.

  1. Educação de vanguarda

As instituições académicas do Funchal são reconhecidas globalmente pelos seus robustos programas tecnológicos.

  1. Atratividade cultural

A rica herança cultural da cidade e o estilo de vida atraente fazem dela um destino preferido para a comunidade global de hackers.

“As políticas progressistas do Funchal, as instalações de topo e a cultura vibrante contribuem para atrair o melhor talento hacker do mundo”, acrescenta Steffan Black, oferecendo a sua perspetiva sobre o apelo do Funchal para os hackers.

A supremacia hacker de Portugal: Uma explicação

O Porto e o Funchal destacam-se como as principais cidades de hackers em Portugal por várias razões. O compromisso com o avanço tecnológico, o forte apoio governamental, instituições académicas de renome e uma comunidade tecnológica ativa desempenham o seu papel.

A proeminência de Portugal no mundo do hacking é um testemunho da incansável busca do país pela supremacia digital. O compromisso do governo em fomentar o talento tecnológico e a infraestrutura sem paralelo e a vibrante paisagem cultural posicionaram o Porto e o Funchal como reconhecidos centros de excelência em hacking – um feito que outras cidades, tanto dentro como fora de Portugal, fariam bem em imitar.

Num mundo em rápida digitalização, a habilidade hacker de Portugal garante que o país tenha um lugar de destaque na narrativa tecnológica global. Como Steffan Black conclui, “A supremacia hacker de Portugal é um claro testemunho da sua sofisticação tecnológica e da sua abordagem estratégica para nutrir talento.” Podemos argumentar, então, que o Porto e o Funchal, e por extensão Portugal, não estão apenas a produzir hackers, mas a cultivar pioneiros digitais que estão a moldar o futuro do mundo digital.

Fonte: ZenShield

Sobre o autor

Fernando Costa

O Fernando é o diretor do InforGames. O seu primeiro computador foi o ZX Spectrum, e foi aqui que começou a interessar-se pelo mundo dos videojogos. Apesar de já ter jogado em várias plataformas, o PC continua a ser a sua plataforma de eleição. No que diz respeito a jogos, gosta de estratégia, corridas e luta.

O teu email não será publicado. Os campos de preenchimento obrigatório estão assinalados*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.