Ion Fury: Expansão “Aftershock” chega a 2 de outubro ao PC

Ion Fury: Expansão “Aftershock” chega a 2 de outubro ao PC

24 Visualizações
0

A expansão “Aftershock” para Ion Fury será lançado para PC, via Steam e GOG, a 2 de outubro, anunciaram as editoras 3D Realms e Fulqrum Publishing, e o criador Voidpoint. Não foi anunciada uma data de lançamento para as versões PlayStation 4, Xbox One e Switch.

Depois de derrotar Heskel na sua aventura anterior, Shelly Harrison decide celebrar num bar local. Quando explosões interrompem a sua bebida saborosa, ela corre para fora e encontra Heskel numa máquina voadora monstruosa, cacarejando loucamente enquanto ele se afasta em direção a uma nuvem de cogumelos no horizonte.

Instintivamente, ela pega no seu revólver Loverboy, engatilha-o e procura o meio de transporte mais rápido que consegue encontrar – uma elegante e poderosa Hover Bike de alta velocidade, armada com mísseis de plasma Drunken Homing. A luta de ShIon Fury já está disponível para PlayStation 4, Xbox One, Switch e PC via Steam e GOG.elly contra Heskel continua com várias zonas novas para explorar, novos inimigos perigosos, novos armamentos para os destruir e um fantástico combate de veículos a alta velocidade.

Tal como as expansões clássicas, Aftershock oferece um novo modo Arrange. Quer jogues pela primeira vez ou voltes a jogar Ion Fury, escolhe o modo Arrange para experimentares o jogo original, mas agora melhorado com novos inimigos, armas e muito mais.

Ion Fury já está disponível para PlayStation 4, Xbox One, Switch e PC via Steam e GOG.

Sobre o autor

Fernando Costa

O Fernando é o diretor do InforGames. O seu primeiro computador foi o ZX Spectrum, e foi aqui que começou a interessar-se pelo mundo dos videojogos. Apesar de já ter jogado em várias plataformas, o PC continua a ser a sua plataforma de eleição. No que diz respeito a jogos, gosta de estratégia, corridas e luta.

O teu email não será publicado. Os campos de preenchimento obrigatório estão assinalados*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.