OutSystems sobe para 30º lugar na Forbes Cloud 100, a lista das principais empresas de cloud privadas do mundo

OutSystems sobe para 30º lugar na Forbes Cloud 100, a lista das principais empresas de cloud privadas do mundo

11 Visualizações
0

OutSystems, líder mundial em desenvolvimento de aplicações low-code de alta performance, foi nomeada para a lista Forbes 2023 Cloud 100, o ranking das 100 principais empresas de cloud privadas do mundo, publicada pela Forbes em parceria com a Bessemer Venture Partners e a Salesforce Ventures.

“Os líderes de TI estão sob uma imensa pressão para construir software personalizado que impulsione seus negócios e lhes dê uma vantagem competitiva. Escolher a plataforma de desenvolvimento certa pode fazer toda a diferença”, disse Paulo Rosado, fundador e CEO da OutSystems. “O reconhecimento da The Cloud 100 pelo terceiro ano consecutivo destaca o valor da nossa plataforma, a confiança dos nossos clientes e a importância das aplicações cloud-native, que podem mudar a estratégia de inovação de qualquer organização. Mostra, em particular, que a nossa liderança de longa data e a visão para o low-code, automação e desenvolvimento baseado em IA generativa, abrangendo todo o ciclo de vida da aplicação — desde a criação inicial da app até à sua publicação, entrega e manutenção ao longo do tempo — estão a ter impacto no mercado e vão redefinir a categoria do desenvolvimento de aplicações cloud-native.”

A The Cloud 100 analisa, anualmente, centenas de submissões de startups e empresas de cloud privadas. O processo de avaliação da The Cloud 100 inclui a classificação das empresas com base em quatro fatores: liderança de mercado (35%), avaliação estimada (30%), métricas operacionais (20%) e pessoas e cultura (15%). Para a liderança de mercado, a The Cloud 100 conta com a colaboração de um painel de jurados composto por CEOs de empresas de cloud públicas, que ajudam na avaliação e classificação dos seus pares em empresas privadas.

“As empresas da lista The Cloud 100 representam as melhores e mais promissoras empresas privadas neste setor tecnológico crucial”, declarou Kenrick Cai, editor da The Cloud 100 da Forbes. “As empresas deste ano tiveram que reagir rapidamente ao impacto abrangente da IA, enquanto lidavam com um recuo do mercado. A sua resiliência coloca-as numa categoria de elite. Parabéns a cada um dos homenageados da The Cloud 100 2023 e às 20 Rising Stars que estão a revelar o seu potencial inicial para um dia se juntarem aos seus pares.”

“A lista Cloud 100 deste ano é uma das mais dinâmicas da história. Enquanto a indústria enfrentava desafios macroeconómicos, os vencedores da Cloud 100 2023 mostraram a inovação e a resiliência da economia da cloud, e a combinação de crescimento e eficiência que comprovam o poder do modelo de negócio da cloud. Prevê-se que 95% dos homenageados venham a atingir o status de Centauro – $100 milhões de receita anual recorrente – até o final do ano”, afirmou Mary D’Onofrio, Partner na Bessemer Venture Partners. “É ainda mais empolgante ver tantos homenageados na vanguarda da revolução da IA, que acreditamos que continuará a transformar a cloud e a impulsionar a próxima onda de crescimento para muitos dos vencedores deste ano.”

“No último ano, a nossa indústria deu um salto geracional em inovação e, com a IA a liderar o caminho, estamos a testemunhar uma das mudanças de plataforma mais importantes em décadas”, disse Paul Drews, Managing Partner da Salesforce Ventures. “A lista The Cloud 100 representa os melhores dos melhores e nunca estivemos tão entusiasmados com o que o futuro reserva, não apenas para a cloud, mas para toda a indústria de tecnologia. Estamos orgulhosos do que estes fundadores e suas comunidades já conquistaram e estamos expectantes para ver como vão continuar a transformar a indústria no futuro.”

As listas Forbes 2023 Cloud 100 e 20 Rising Stars são publicadas online em www.forbes.com/cloud100. Destaques da lista também são apresentados na edição de agosto/setembro de 2023 da revista Forbes.

Sobre o autor

Fernando Costa

O Fernando é o diretor do InforGames. O seu primeiro computador foi o ZX Spectrum, e foi aqui que começou a interessar-se pelo mundo dos videojogos. Apesar de já ter jogado em várias plataformas, o PC continua a ser a sua plataforma de eleição. No que diz respeito a jogos, gosta de estratégia, corridas e luta.

O teu email não será publicado. Os campos de preenchimento obrigatório estão assinalados*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.