Como os gigantes da tecnologia vendem 85% dos dados pessoais ?

Como os gigantes da tecnologia vendem 85% dos dados pessoais ?

25 Visualizações
0

Uma pesquisa global recente revela chocantemente que 85% dos entrevistados não têm conhecimento de que as suas pegadas digitais privadas estão a ser recolhidas e vendidas em grande escala por empresas tecnológicas.

Como são recolhidos os teus dados?

No universo digital, as tuas ações deixam uma “pegada digital”. Cada visita a um site ou interação online é registada, e esses relatos compõem o teu histórico digital. Algumas empresas tecnológicas compilam sistematicamente essas informações, formando assim os chamados perfis de dados.

“Esses perfis de dados podem oferecer uma visão extraordinariamente omnisciente da sua personalidade online. Infelizmente, esses perfis são regularmente negociados de forma lucrativa no mercado de dados não regulamentado”, declara Steffan Black, um especialista em tecnologia da Zenshield.

Esses perfis podem incluir: identificadores pessoais, como nomes, endereços, datas de nascimento; comportamento do consumidor, incluindo histórico de compras, anúncios clicados, sites favoritos; comportamento social, como amigos, interações, likes e dislikes em redes sociais; e detalhes profissionais, como cargos emprego, atividade no LinkedIn, e informações de email.

O Impacto na Sociedade

De facto, esta prática atinge a essência da privacidade e do consentimento. Muitos utilizadores desconhecem a utilização não autorizada das suas informações pessoais. Esta atividade enganosa tem consequências:

  • Proliferação de publicidade direcionada: Segundo um estudo do Pew Research Center, mais de 80% dos utilizadores da internet nos Estados Unidos sentem-se rastreados por anunciantes ou plataformas de média social, resultando em anúncios direcionados.
  • Aumento de cibercrimes: Um relatório da Federal Trade Commission (FTC) indica que as queixas por roubo de identidade nos Estados Unidos atingiram 1,4 milhão em 2022, uma grande aumento em relação aos anos anteriores.
  • Difusão de desinformação e notícias falsas: Um estudo publicado nos proceedings of the National Academy of Sciences encontrou que falsas informações espalham-se seis vezes mais rapidamente do que as verdadeiras nas plataformas de média social.

Proteger os teus Dados

Não há razão para entrar em pânico, segundo Black. “A consciencialização é o primeiro passo para resolver este problema”. Aqui estão algumas sugestões proativas para protegeres a tua pegada digital:

  1. Está Atento ao Compartilhamento de Dados: Mais de 60% dos casos de roubo de identidade envolvem o roubo de informações pessoais compartilhadas de boa-fé pela vítima. Evita fornecer informações pessoais desnecessárias, especialmente em fóruns públicos e sites. Tem cuidado com o que partilhas online para minimizar o risco de abuso de dados.
  2. Atualiza as tuas Configurações: Uma pesquisa do Pew Research Center descobriu que apenas 29% dos utilizadores de redes sociais ajustam regularmente as suas configurações de privacidade. Revê e atualiza as tuas configurações de privacidade nas tuas contas de média social regularmente. Limitar a visibilidade das tuas informações pessoais para que apenas as pessoas de confiança tenham acesso a elas.
  3. Usa Criptografia e VPN: De acordo com um estudo da Cybersecurity Ventures, o mercado global de VPNs (Redes Privadas Virtuais) deverá atingir 107 biliões de dólares até 2027. Usa aplicações de mensagens encriptadas para uma comunicação segura e considera o uso de uma VPN para proteger as tuas atividades online de olhares curiosos. Isto é particularmente importante quando se usa redes Wi-Fi públicas.
  4. Exclui Dados Desnecessários: A Federal Trade Commission (FTC) reportou que muitos sites de corretagem de dados mantêm uma grande quantidade de informações pessoais, contribuindo para questões de privacidade. Revê e exclui regularmente os dados pessoais desnecessários armazenados online. Explora opções para solicitar a remoção dos teus dados dos sites de corretagem de dados para reduzir a tua acessibilidade.

Navegando em Águas Digitais

A Internet, um oceano de informações e conexões, pode nos proporcionar enormes prazeres e conveniências. No entanto, as profundezas destas águas digitais também estão lotadas de riscos invisíveis. Esta discussão pretende lançar luz sobre o comércio não regulamentado de dados pessoais que se infiltra sob a superfície, permitindo que naveguemos nessas águas com maior segurança.

A paisagem digital atual, em constante mudança, exige consciência, educação e vigilância acerca da preservação da privacidade online. Como diz de forma sucinta Steffan Black, “Cada um de nós deve assumir a responsabilidade de proteger não apenas nossas pegadas digitais, mas também as da nossa sociedade no seu conjunto.” Lembra-te de que a privacidade é não um privilégio, mas um direito fundamental.

Fonte: Zenshield

Sobre o autor

Fernando Costa

O Fernando é o diretor do InforGames. O seu primeiro computador foi o ZX Spectrum, e foi aqui que começou a interessar-se pelo mundo dos videojogos. Apesar de já ter jogado em várias plataformas, o PC continua a ser a sua plataforma de eleição. No que diz respeito a jogos, gosta de estratégia, corridas e luta.

O teu email não será publicado. Os campos de preenchimento obrigatório estão assinalados*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.