Salesforce inova no retalho com tecnologias para empresas de bens de consumo

Salesforce inova no retalho com tecnologias para empresas de bens de consumo

24 Visualizações
0

A Salesforce, empresa tecnológica multinacional líder em Customer Relationship Management (CRM), acaba de lançar novas tecnologias para o setor de bens de consumo, que incluem o Consumer Goods Cloud Service, painéis Trade Promotion Effectiveness e Mulesoft Direct for Consumer Goods. As novidades visam ajudar no crescimento das empresas, na satisfação dos consumidores e no aumento da eficiência na gestão orçamental dos vários milhares de milhões de dólares investidos pelas marcas de consumo. Tudo através do Einstein AI e automação.

A indústria dos bens de consumo está a viver uma pressão inflacionária que conduz ao estreitar das margens de lucro. Melhorar estas margens operacionais é visto como o maior desafio do ano para 68% dos líderes da indústria e 90% das empresas do setor afirmam ter planos para investirem na melhoria das margens e na transformação de custos. A Consumer Goods Cloud ajuda as empresas a conectarem planos e execução dos mesmos de forma mais eficiente, com menor custo e maior oportunidade de faturação como poder do CRM Salesforce.

Com o mais recente lançamento do Consumer Goods Cloud for Service, com o poder da IA, os profissionais de serviço, podem:

  • Aceder, em tempo real, a dados de contas, de lojas e de produtos, num portal único, para ajudar a simplificar todas as interações de atendimento ao cliente.
  • Aumentar as vendas e as receitas com o fornecimento de atendimento ao cliente com preços acessíveis e recursos integrados de televendas para oportunidades de vendas adicionais.
    • Por exemplo, o call center de uma empresa de produtos de beleza pode rapidamente resolver questões enquanto vende simultaneamente novos produtos da mesma gama de serviços.
  • Reduzir custos, aumentar a eficiência e acelerar a resolução de casos com o Service GPT e as suas capacidades de IA de confiança, como Chatbots conversacionais, artigos generativos e sumários de casos automáticos.

Os painéis Trade Promotion Effectiveness, potenciados com dados, estão agora integrados no Consumer Goods Cloud para que as empresas acedam a insights de maior valor a partir dos seus dados. O objetivo é ajudar as empresas a identificarem produtos para promoções, eliminarem gastos ineficientes e otimizarem previsões e planos de negócios para clientes.

Com o Mulesoft Direct for Consumer Goods, as integrações pré-construídas permitirão às equipas conectarem dados críticos de outros sistemas ERP – Enterprise Resource Planning e PIM – Product Informaion Management com apenas alguns cliques e utilizando APIs diretamente no Consumer Goods Cloud. Permitirá ainda a implementação da gestão de melhorias e eficiência para otimizar o ROI.

Por exemplo, uma empresas de snacks pode integrar de forma simples informações de um produto ou conta do seu ERP para tomar decisões baseadas em informação real e concentrada num só local.

“As empresas e marcas de bens de consumo estão a lidar com pressões nas margens, inflação e expectativas crescentes de atendimento ao cliente, as quais estão a impactar os seus resultados e forçando-os a concentrarem-se no crescimento lucrativo e na eficiência. Com estes novos recursos de televendas e planeamento alimentados por IA, dados e CRM, as empresas de bens de consumo podem oferecer melhores experiências de atendimento ao cliente e, ao mesmo tempo, aumentar as receitas.” afirma Kishan Chetan, vice-presidente sénior e diretor geral de retalho e bens de consumo.

 

Sobre o autor

Fernando Costa

O Fernando é o diretor do InforGames. O seu primeiro computador foi o ZX Spectrum, e foi aqui que começou a interessar-se pelo mundo dos videojogos. Apesar de já ter jogado em várias plataformas, o PC continua a ser a sua plataforma de eleição. No que diz respeito a jogos, gosta de estratégia, corridas e luta.

O teu email não será publicado. Os campos de preenchimento obrigatório estão assinalados*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.